Buracos tomam conta de ruas da Capital após chuvas intensas; Vídeo

Desafio dos motoristas campo-grandenses desde que as chuvas começaram, dirigir sem cair em buracos está cada vez mais difícil na capital sul-mato-grossense.

O representante de vendas Luiz Henrique Souza, 26 anos, teve um prejuízo de R$ 1.600 mil após cair em um buraco na Avenida Ernesto Geisel na última segunda-feira (11). “Perdi dois pneus da minha Pick Up. Além de ter que pagar o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), tive mais esse gasto”, relatou.

Em frente ao terminal General Osório, carros fazem rally para não cair em buracos. Foto: Kerolyn Araújo
Em frente ao terminal General Osório, carros fazem rally para não cair em buracos. Foto: Kerolyn Araújo

Na mesma avenida, em novembro do ano passado, a empresária Izabel Rosa passou pelo mesmo problema. “Cai em um buraco e um dos pneus do meu carro estourou. Como estava chovendo, não consegui nem desviar”, disse.

Além de prejuízos em veículos, os buracos nas ruas de Campo Grande também representam riscos para motoristas, como é o caso da estudante Karina Gomes, 21 anos, que quase se envolveu em um acidente após desviar de uma ‘cratera’ na Avenida Mascarenhas de Moraes. “Andamos tão concentrados tentando não cair em buracos e acabamos esquecendo de cuidar o trânsito. Na semana passada fui desviar de um buraco, invadi um pouco a outra faixa e quase colidi com outro veículo”, contou.

Buracos tomam conta de esfalto na Avenida Mascarenhas de Moraes com 14 de Julho. Foto: Kerolyn Araújo
Buracos tomam conta de esfalto na Avenida Mascarenhas de Moraes com 14 de Julho. Foto: Kerolyn Araújo

Tapa-buracos

No dia 11 de novembro do ano passado, o prefeito Alcides Bernal (PP), lançou o Plano de Recuperação das Ruas de Campo Grande, onde seis empresas começaram a tapar os buracos da cidade.

Na manhã desta quinta-feira (14), a equipe de reportagem do Página Brazil flagrou algumas situações que os motoristas de Campo Grande estão enfrentando. Os vídeos foram feitos na Avenida Mascarenhas de Moraes e Tamandaré.

Equipes do serviço tapa-buracos também foram vistos trabalhando na cidade.

Kerolyn Araújo

Comentários

comentários