Brasileiras encontradas mortas no Japão serão cremadas dia 31

Irmãs brasileiras encontradas mortas no Japão (Foto: Maria Aparecida Amarilha/ Arquivo Pessoal)
Irmãs brasileiras encontradas mortas no Japão
(Foto: Maria Aparecida Amarilha/ Arquivo Pessoal)

Os corpos das campo-grandenses Michele e Akemy Maruyama, de 29 e 27 anos, serão cremados no próximo dia 31 de janeiro, no crematório de Handa, província de Aichi ken, no Japão, conforme convite publicado no Facebook por um familiar.

As irmãs foram mortas dentro no apartamento onde moravam na cidade de Handa no dia 31 de dezembro de 2015 depois de um incêndio no local. Os corpos foram carbonizados, mas segundo a imprensa local, tinham sinais de estrangulamento.

O suspeito é um peruano, ex-marido de Akemy, e que está preso. A polícia acredita que, depois de matar as duas mulheres, o autor do crime espalhou o combustível para atear fogo no apartamento e eliminar possíveis vestígios.

Akemi morava no Japão havia uma década e deixa duas filhas, de 5 e 3 anos. A avó das crianças, Maria Amarilha Scardin, que vive em Campo Grande, embarcou para o país asiático, no dia 8 de janeiro, para tentar trazê-las para o Brasil. As meninas estão atualmente em um abrigo e avó ainda não as encontrou.

Comentários

comentários