Brasil perde da Croácia e vai para “tudo ou nada” contra Argentina

Em atuação inconstante na Arena Carioca 1, a seleção masculina de basquete foi derrotada pela Croácia por 80 a 76 nesta terça-feira (11). O Brasil chegou a estar 14 pontos atrás, chegou a se reencontrar no segundo tempo e cresceu no último quarto, mas já era tarde para a reação.

Foto REUTERS/Jim Young
Foto REUTERS/Jim Young

O ala Bojan Bogdanovic foi o cestinha do jogo com 33 pontos. Pelo Brasil, Leandrinho foi o maior pontuador com 16.

Apesar de sofrer seu segundo revés nestas Olimpíadas, o Brasil ainda tem chances de classificação e soma quatro pontos no grupo B (cada vitória rende dois pontos; a derrota, um). O time de Rubén Magnano volta à quadra às 14h15 (de Brasília) deste sábado (13) para um confronto muito importante contra a Argentina, onde uma derrota colocaria os brasileiros no caminho dos Estados Unidos.

Erros fazem Brasil cair de produção após bom início
O começo de jogo foi bom para a seleção brasileira, que em três minutos permitiu apenas dois pontos da Croácia e abriu 7 a 2. Mas os erros em excesso acabaram custando a liderança: foram quatro no total, sendo duas andadas de Leandrinho e Alex na hora de concluir a bandeja. Sem se importar com isso, a Croácia virou e fechou o quarto vencendo por 19 a 17.

Defesa passiva e transição lenta

A desvantagem parecia ter ficado grande demais para o Brasil, mas a Croácia sentiu o final do jogo e começou a errar um ataque atrás do outro. Ressurgindo das cinzas, a seleção teve em Leandrinho seu principal jogador para deixar a diferença no placar em apenas uma posse de bola. No momento decisivo, porém, deu Croácia.

Torcida empurra, mas Brasil amassa o aro

Os torcedores até que tentaram fazer sua parte na Arena Carioca 1, mas a seleção brasileira errou arremessos demais a partir da metade final do primeiro período. Uma das estrelas do time, o pivô Nenê só pontuou em lances livres até o final do terceiro quarto, quando enfim fez duas cestas.

Comentários

comentários