Bolsonaro chega na Capital e dispara contra PT, MST e a corrupção

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSCV-RJ) foi recepcionado por cerca 2 mil pessoas no Aeroporto Internacional de Campo Grande, segundo estimativa dos organizadores. Portando cartazes, faixas e camisetas com dizeres como “Bolsomito”, os simpatizantes do parlamentar pediram e ele atendeu, fazendo um breve discurso, à saída do aeroporto. Usando o ombro do filho, deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) como “palanque”, ele criticou o Movimento Sem Terra (MST) , o PT e o governo Dilma Rousseff (PT).

No Aeroporto de Campo Grande, Jair Bolsonaro é recepcionado por cerca de 350 pessoas, maioria jovens (Foto: Fernando Antunes)
No Aeroporto de Campo Grande, Jair Bolsonaro é recepcionado por cerca de 350 pessoas, maioria jovens (Foto: Fernando Antunes)

Ele disparou contra MST em Mato Grosso do Sul. “Aqui é Capital do agronegócio, vamos deixar algo bem claro: a partir de 2019, o cartão de visita dos fazendeiros para o MST é um cartucho de fuzil”, declarou para as cerca de duas mil pessoas que foram recepcioná-lo no local.

bolsomitoSobre Dilma, Bolsonaro fez piada em tom pessoal, dizendo que agora afastada da presidência e ‘com tempo livre’, deveria passar um tempo em Cuba. “[A Dilma] agora tem tempo livre e está solteira, gosta de moleza. Pode ir pra Cuba e casar com o Fidel Castro!”, declarou, na porta do aeroporto.

O deputado federal citou o agente federal Newton Ishii, chamado de Japonês da Federal, que ficou conhecido em fotos de prisões da Operação Lava Jato e agora está preso em Curitiba, no Paraná. “A minha imagem veiculada com ele não vai impedir que o Sérgio Moro e outras pessoas tirem a corrupção do país”, disse.

Bolsonaro defendeu a autonomia da Polícia Federal e do Ministério Público Federal e elogiou o trabalho do juiz federal Sérgio Moro, do Paraná. Segundo ele, Moro vai colocar os ladrões na cadeia.

A chegada do vôo de Jair Bolsonaro em Campo Grande estava previsto para às 13h50, mas o desembarque ocorreu por volta das 13h30. Do Aeroporto ele seguiu em carreata para o Grand Park Hotel, na Avenida Afonso Pena. Após almoçar, por volta das 16h ele concede entrevista aos jornalistas.

O deputado permanece até amanhã em Campo Grande, e na chegada, disse que gosta de Mato Grosso do Sul, onde durante seis anos morou em Nioaque, a 179 km de Campo Grande, quando serviu o Exército no Batalhão de Infantaria. Na recepção, boa parte dos manifestantes era jovens, entre eles alunos do Colégio Militar.

Jair Bolsonaro veio a Campo Grande participar do lançamento da pré-candidatura do coronel David, deputado estadual pelo PSC. O ato está marcado para às 9h dessa sexta-feira, no Golden Glass.

Comentários

comentários