Bicampeão mundial pela Seleção e pelo Peixe, Zito morre em Santos

Morreu neste domingo um dos maiores volantes da história do Santos e da seleção brasileira. Aos 82 anos, José

Zito foi bicampeão mundial com o Brasil: 58 e 62
Zito foi bicampeão mundial com o Brasil: 58 e 62

Ely de Miranda, conhecido como Zito, faleceu na cidade de Santos, onde vivia. O velório será realizado nesta segunda-feira, das 8h às 11h, no Memorial Necrópole Ecumênico no Marapé, em Santos. Depois, o corpo segue para Roseira, no interior de São Paulo, cidade natal do ex-jogador.

O falecimento foi confirmado pela assessoria de imprensa do Peixe, que declarou luto oficial de sete dias. A causa não foi informada, mas em 2014 ele chegou a ficar 34 dias internado na Santa Casa da Misericórdia por um AVC (Acidente Vascular Cerebral), recebendo alta no mês de agosto. Por isso, recebia cuidados em casa e necessitava de enfermeiros em tempo integral.

Pelo Santos, onde atuou entre 1952 e 1967, jogou junto de Pelé, Pepe, Coutinho & Cia., sendo bicampeão mundial em 1962 e 1963. Venceu também a Taça Libertadores nos mesmos anos, a Taça Brasil (61, 62, 63, 64 e 65), o Rio-São Paulo (59, 62 e 64) e o Paulistão (55, 56, 58, 60, 61, 62, 64, 65, 67). Ao todo, foram 727 jogos e 57 gols.

Na Seleção, foi bicampeão mundial em 1958 e 1962, na Suécia e no Chile, respectivamente. Participou também do Mundial de 1966, na Inglaterra. Com a morte de Zito, restam seis campeões mundiais de 1958 vivos: Dino Sani, Zagallo, Pelé, Moacir, Mazzola e Pepe.

Depois que parou de jogar, Zito passou a trabalhar nas categorias de base do Santos, onde revelou jogadores como Robinho e Neymar. O camisa 10 da Seleção se manifestou em uma rede social, ainda na noite de domingo.

– Não tenho palavras para descrever esse cara, simplesmente agradeço tudo que fez por mim, por ter acreditado e me ajudado no começo da minha carreira! Descanse em paz, fez muito por nós aqui. Obrigado, Zito – publicou ele.

globoesporte.com

Comentários

comentários