Bicampeão brasileiro, Marcelo Oliveira é demitido do Cruzeiro

Marcelo Oliveira, bi-campeão brasileiro pelo Cruzeiro
Marcelo Oliveira, bi-campeão brasileiro pelo Cruzeiro

Marcelo Oliveira não é mais o técnico do Cruzeiro. Bicampeão brasileiro, o treinador foi demitido na tarde desta terça-feira (2). O anúncio foi feito no site oficial do clube mineiro.

O comandante se despediu poucos minutos após o comunicado oficial. Emocionado e sem responder perguntas, Marcelo agradeceu aos torcedores e fez um balanço positivo sobre sua passagem.

“Vivemos coisas muito boas aqui. Tivemos muito mais alegrias do que chateações nestes dois anos e cinco meses. Tive dois atritos com atletas em treinamento, que são perfeitamente normais”, disse.

“Saio absolutamente tranquilo e consciente de que fiz o meu melhor. Agradeço demais o carinho de todos os torcedores, a homenagem que fizeram para a minha mãe ficará marcada na minha vida. Espero que seja um até logo e que um dia eu possa voltar”, completou.

Marcelo chegou ao Cruzeiro em dezembro de 2012 e foi comandante nas campanhas que terminaram com os títulos brasileiros de 2013 e 2014, além da conquista invicta do Campeonato Mineiro.

A demissão já havia sido especulada na última semana, após a queda nas quartas de final da Libertadores diante do River Plate.

Vale destacar que Marcelo Oliveira tem um aproveitamento de quase 70% de aproveitamento. Só que o desempenho não foi o mesmo em 2015. Com a equipe reformulada, sem nomes como Lucas Silva, Nilton, Egídio, Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Marcelo Moreno.

Veja o anúncio do Cruzeiro na íntegra:

Marcelo Oliveira deixa o comando do equipe celeste. O anúncio aconteceu na tarde desta terça-feira, pelo presidente do Clube Gilvan de Pìnho Tavares. Sob o seu comando, desde dezembro de 2012, o Cruzeiro conquistou o Bicampeonato Brasileiro, em 2013 e 2014, além do Campeonato Mineiro de 2014, de forma invicta.

Os números do ex-treinador Marcelo Oliveira são espetaculares. Foram 169 jogos no comando da equipe estrelada, com 105 vitórias, 32 empates e 32 derrotas, atingindo um aproveitamento de 68,44%, um dos maiores da história do Clube.

O futebol mágico apresentado pelo Cruzeiro nos anos de 2013 e 2014 somados ao primeiro semestre de 2015 teve a incrível marca de 321 gols feitos e 147 sofridos, totalizando 174 gols de saldo.

Por todos estes números e conquistas alcançadas, o Cruzeiro Esporte Clube agradece o treinador pelos serviços prestados à frente da equipe estrelada e o deseja sorte nos próximos desafios.

Comentários

comentários