Bernal pede à Câmara a suplementação de R$ 40 milhões

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) – acompanhado dos secretários de Finanças, Disney Fernandes; e Infra-Estrutura, Transporte e Educação, Hamilton Cândido e Odimar Marcon – está reunido na presidência da Câmara de Vereadores, com os integrantes da Casa, para tratar de assuntos da pasta de Finanças.

Foto Silvio Ferreira
Foto Silvio Ferreira

Bernal está encaminhando para a Câmara um pacote de projetos que inclui uma nova suplementação orçamentária (a primeira da sua gestão), desta vez de R$ 40 milhões e a proposta de um novo refinanciamento de impostos em atraso.

Pelos cálculos da equipe econômica da Prefeitura, estes recursos, em torno de R$ 27 milhões, darão um alívio de caixa necessário para garantir uma parcela substancial do décimo-terceiro do funcionalismo, que soma algo em torno de R$ 88 milhões.

Depois da reunião, o prefeito e o secretário falarão à imprensa no plenário Edroim Reverdito (plenarinho) sobre o reajuste por decreto do Imposto Predial e Território Urbano (IPTU); a operação Tapa-Buraco, suplementação e depósitos judiciais.

Silvio Ferreira com Jackson Nogueira

Comentários

comentários