Bernal faz dossiê a sucessor e publicará sobre situação financeira da prefeitura

Prefeitura deve dar aumento de 2,79% aos servidoresO prefeito Alcides Bernal pretende já no inicio do próximo mês, divulgar um dossiê sobre situação financeira da prefeitura  e no fim de seu mandato, que não conseguiu ser reeleito nesta eleição municipal – sair da prefeitura mostrando ao seu sucessor, bem como a população, a realidade da administração do município. O atual chefe do Executivo, visa, diante de todos os conhecidos imbróglios e crise política-administrativa que envolveu os quatro anos desta gestão, deixar ‘claro’ ou mostrar o seu legado, diante do tempo ou do que descreve, ‘como pode fazer’, ante ao curto período e como pode gerir o Paço Municipal. As duas principais pastas da Prefeitura farão um documento a respeito da saúde financeira da Capital.

A Seplanfic (Secretaria Municipal de Planejamento, Controle e Finanças), titular da tarefa, em conjunto com Semad (Secretaria Municipal de Administração), produzirá um relatório, para situar a equipe de transição do próximo prefeito a respeito do executivo, bem como para dar ‘publicidade’ e mostrar o parecer da atual gestão. O prefeito determinou que o documento até seja divulgado logo após a eleição do novo gestor, em 30 de outubro. Com provável data já pré-agendada para o dia 4 de novembro, a comissão com Bernal deve mostrar dados em uma coletiva de imprensa.

O titular da Seplanfic, Disney de Souza Fernandes, aponta que a ideia principal é dar transparência quanto à condição da prefeitura e todo o cuidado que ainda requer a recuperação financeira do município. “Fizemos de tudo para recuperar ou ter uma boa situação, com trabalho que efetivamente foi iniciado no ano passado, em setembro, só com o retorno do prefeito Alcides Bernal. O relatório apontará o que tínhamos recebido e como ficou, vamos deixar. Na ocasião daremos o diagnóstico fundamentado de como o Executivo absorveu o deficit do exercício de 2015, naquilo que tecnicamente é chamado de débito processado. Vamos mostrar números para entrarem já com conhecimento do que é a realidade”, explicou.

Disney, já adiantou em prestação de contas na Câmara Municipal, no começo deste mês, que levando em conta o balanço orçamentário da prefeitura da Capital do 2º quadrimestre, maio a agosto, a tendência é de que o próximo gestor do município receba um cenário ainda ruim, tanto quanto ao que Bernal governou, desde a sua recondução. “O comprometimento da RCL (Receita Corrente Líquida) com folha de pessoal está 52% , no ‘raio-X” de agosto de 2016, com discreta mudança durante um ano. Antes era saiu de 54,4% no 2º quadrimestre de 2015, para 53,19% no 1º quadrimestre de 2016, em nossa gestão. Temos que recuar o índice para pelo menos o limite prudencial, fixado pela LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) em 51%”, avaliou.

Ir além

Disney e o prefeito Alcides Bernal apontam garantir empenho total da administração para trazer o comprometimento da RCL em segundo plano ao limite de alerta, estabelecido em 49%, meta que agora se tornou praticamente impossível.

A próxima administração herdará um passivo volumoso de compromissos que devem possivelmente engessar as finanças no primeiro ano de exercício.

 

Comentários

comentários