Bernal dispara contra Olarte: “confio na condenação”

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), chegou ao TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) há pouco. Acontece neste momento as audiências de julgamento e instrução de Gilmar Olarte e de dois suspeitos de ajudá-lo nos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Bernal ao chegar para depor no Tribunal de Justiça
Bernal ao chegar para depor no Tribunal de Justiça

Bernal acredita na prisão de Gilmar Olarte e seus ‘comparsas’. “Foi um crime praticado por uma quadrilha que fraudou mais de 30% do orçamento do município e não é permitido ficarmos como refém. Eu vi os vídeos do Ronan falando que esse criminoso arquitetava com vereadores a minha derrubada e eu espero a condenação dele. Foi feita a denúncia para comprovar que teve crime e eu espero a condenação ”

Os desembargadores recebem, entre outros, o ex-governador André Puccinelli (PMDB). Um dos primeiros a chegar, o ex-governador afirmou não saber do que se trata sua ida ao TJMS, nesta sexta-feira. No total, 28 pessoas são esperadas para depoimentos. A vice-governadora Rose Modesto estava na lista, mas conseguiu adiar o depoimento dela para 22 de janeiro de 2016. Esta também será a data do depoimento de quem não comparecer hoje.

Segundo Ministério Público Estadual, o trio, Olarte, Ronan Feitosa e Luiz Márcio Feliciano, deve responder por lavagem de dinheiro e corrupção passiva por ter trocado cheque em branco por promessas de cargo e outras vantagens na Prefeitura de Campo Grande.

Comentários

comentários