Bellucci conquista título depois de três anos de jejum

O brasileiro Thomaz Bellucci voltou a conquistar um título da elite do tênis depois de três anos de jejum. Na manhã deste sábado, ele conquistou o ATP 250 de Genebra, na Suíça, derrotando na final o português João Sousa por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-4) e 6/4, em 1h35min de partida.

Thomaz Bellucci  (Foto: divulgação)
Thomaz Bellucci
(Foto: divulgação)

Este é o quarto título de Bellucci, que conquistou os ATPs 250 de Gstaad, em 2009 e 2012, e de Santiago, em 2010. Ele agora é de forma isolada o terceiro tenista com mais títulos de simples no circuito profissional masculino, deixando para trás Fernando Meligeni. O recordista é Gustavo Kuerten, com 20 conquistas, seguido por Luiz Mattar, dono de sete troféus da elite do tênis.

Com o título em Genebra, o tenista brasileiro ainda ganha embalo para a disputa de Roland Garros a partir de segunda-feira. Depois de boa sequência de resultados no saibro europeu, ele estreia no segundo Grand Slam do ano enfrentando o australiano Marinko Matosevic. Se vencer, pode pegar na segunda rodada o japonês Kei Nishikori.

A confiança adquirida nas últimas semanas fez Bellucci começar a final em grande forma, conseguindo quebrar o serviço de João Sousa já no primeiro game de partida. O português ajustou seu jogo e venceu o saque de Bellucci no sexto game, deixando a partida empatada.

Bellucci pareceu ter lidado bem com o fato e conseguiu nova quebra já no sétimo game. No décimo, o brasileiro sacava para fechar o set e chegou a ter 40/0, com três set points. Aí o tenista paulista voltou a ter momentos de instabilidade. Perdeu dez pontos consecutivos, e a oportunidade de levar a parcial, decidida no tie-break.

O desempate foi um resumo dos games anteriores, com Bellucci alternando ótimos e maus momentos. Ele perdeu os três primeiros pontos, mas conseguiu se recuperar e fazer 7-4 para levar o set.

Na segunda parcial, foi João Sousa quem conseguiu uma quebra de saque já no primeiro game. Mas o português não manteve o ritmo e Bellucci se aproveitou. O brasileiro venceu o serviço de seu adversário no nono game e em seguida confirmou seu saque, chegando a 5/4 no marcador e colocando pressão sobre o europeu.

João Sousa não aguentou. O português chegou a salvar um match point, mas foi vítima de seus próprios erros e deu o título ao tenista brasileiro ao mandar para fora uma bola de direita na paralela.

GAZETAESPORTIVA

Comentários

comentários