Belfort volta a ser massacrado e amarga segunda derrota seguida no UFC

Vitor Belfort foi, mais uma vez, massacrado no UFC. Na noite deste sábado, em Manchester, Inglaterra, o brasileiro não conseguiu se recuperar da derrota para Ronaldo Jacaré e acabou sendo novamente atropelado, desta vez por Gegard Mousasi, com um nocaute impressionante no segundo round.

UFC 204: Vitor Belfort foi massacrado por Gegard Mousasi no segundo round
UFC 204: Vitor Belfort foi massacrado por Gegard Mousasi no segundo round

Belfort, que foi derrotado de forma contundente por Jacaré em maio, acabou sofrendo revés com roteiro similar no UFC 204. O brasileiro até passou bem pelo primeiro round, mas no segundo acabou massacrado, com uma sequência brutal de Mousasi, que obteve o nocaute aos 2min43s.

Com a segunda derrota seguida no UFC, algo que não conhecia desde 2005, ainda em sua primeira passagem pelo evento, o brasileiro já vai para um ano sem vitória. Seu último triunfo veio em novembro de 2015, em duelo contra Dan Henderson, desafiante ao título dos médios neste sábado.

Belfort, inclusive, tem sido inconstante deste a proibição do TRT (tratamento de reposição de testosterona), conseguindo apenas uma vitória em seus últimos quatro combates – no período, também foi derrotado por Chris Weidman no UFC 187, em luta pelo cinturão do peso médio.

Já para Mousasi, a vitória o aproxima do sonho de também tentar ser campeão da categoria. Foi o terceiro triunfo consecutivo do lutador, desta vez com uma atuação quase impecável. Ele já havia sido superior no primeiro assalto e, na chance que teve, foi avassalador no segundo.

O nocaute começou a ser construído com um chute alto que acertou em cheio Belfort. O brasileiro balançou, e Mousasi não desperdiçou a oportunidade: foi uma sequência brutal de golpes, que só cessaram quando o árbitro resolveu interferir, interrompendo corretamente a luta.

Após o combate, ainda no octógono, Mousasi citou Anderson Silva como possível próximo rival. Os brasileiros, inclusive, têm sofrido nas mãos do lutador, que, antes de Belfort, embalou vitórias contra Thiago Marreta e Thales Leites.

Comentários

comentários