Bebês com zika terão núcleo de apoio para acompanhamento e estímulo precoce

Lúcio Borges

Bebê com microcefalia.

O Ministério da Saúde anunciou investimento de R$ 26,8 milhões em duas ações para o acompanhamento e o estímulo precoce de bebês com Síndrome Congênita do Zika, cuja má formação mais conhecida é a microcefalia.

Desse total, R$ 15 milhões serão destinados a equipes de Núcleo de Apoio à Saúde da Família que contam com profissionais de fisioterapia.

Comentários

comentários