Ayache diz que não quis o PTB e deve anunciar filiação no PSB

Ayache deve ingressar no PSB
Ayache deve ingressar no PSB

Depois da manobra bem-sucedida via cúpula nacional, o ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad conseguiu assumir o controle do PTB em Mato Grosso do Sul, acabando de vez co as possibilidades do ex-candidato do PT ao Senado, Ricardo Ayache, ingressar na legenda e se lançar como candidato a prefeito da Capital.

Nos bastidores havia especulações de que ele iria para o PTB, mas nos últimos dias as conversas ficaram mais intensas sobre sua filiação no PSB ,da deputada federal Tereza Cristina.

Em entrevista ao Pagina Brazil na última quarta-feira (19), ele afirmou que havia recebido convites de vários partidos entre eles o PTB, mas ressaltou que o grupo político dele defende uma sigla de centro-esquerda, o que criaria dificuldades para o ingresso na sigla trabalhista. “Eu disse para eles que não iria e eles deram um jeito de ir atrás de outro. Não é nada contra o partido, mas por questões ideológicas”, disse.

Indagado sobre futuro, Ayache confirmou conversa com o PSB, mas reforça que ainda faltam alguns detalhes. “Tem outros partidos e estamos analisando”, resumiu.

Ayache ficou em segundo lugar na corrida ao Senado, pelo PT, no ano passado, superando a votação do ex-prefeito cassado de Campo Grande, Alcides Bernal. Ele teve 281.022 votos, atingindo 23% dos válidos, perdendo apenas para a eleita Simone Tebet (PMDB).

Ele é médico cardiologista e assumiu a presidência da Cassems após a saída do ex-deputado Lauro Davi, que deixou a entidade justamente para disputar as eleições em 2010.

De qualquer forma seu destino partidário não deve ser conhecido agora, considerando que ele terá até o início de outubro, um ano antes das eleições, para se filiar a um partido político para poder disputar a Prefeitura da Capital.

Comentários

comentários