Atlético-PR bate Flamengo e decide título contra o Fluminense

O Atlético-PR venceu por 1 a 0 o Flamengo, nesta quarta-feira, em Juiz de Fora, e conquistou a vaga para a final da Primeira Liga. Os paranaenses vão disputar o título da competição contra o Fluminense, que passou pelo Internacional nos pênaltis.

Marcos Guilherme anotou o gol da vitória do Atlético-PR (Foto: Gazeta Esportiva)
Marcos Guilherme anotou o gol da vitória do Atlético-PR (Foto: Gazeta Esportiva)

Após um primeiro tempo com o domínio do Flamengo, o Atlético-PR melhorou na etapa final e chegou ao gol da vitória com Marcos Guilherme. O meia acertou belo chute no ângulo, sem chance para Paulo Victor.

Empurrado pela torcida, o Flamengo começou melhor a partida em Juiz de Fora. No entanto, os cariocas, após algumas finalizações sem perigo, conseguiram criar sua primeira boa chance aos 14 minutos. Gabriel tocou para William Arão no bico da área. O volante acertou chute cruzado que quase foi no esquerdo de Weverton. O lance animou os flamenguistas, que quase abriram o placar quatro minutos depois em cabeceio de Juan.

O Atlético-PR pouco chegava ao ataque e só deu sua primeira boa finalização aos 28 minutos, com Otávio. No entanto, a bola passou sobre o travessão de Paulo Victor. Após um período de equilíbrio, o Flamengo teve nova oportunidade aos 38. Após cruzamento de Jorge, Felipe Vizeu cabeceou com força para grande defesa de Weverton.

Nos minutos finais, o duelo voltou a ficar concentrado entre as intermediárias. O Flamengo tinha mais posse de bola, mas passou a ter dificuldade com a marcação do Atlético-PR. Com isso, a partida foi para o intervalo com o placar inalterado em Juiz de Fora.

Assim como na etapa inicial, os cariocas começaram o segundo tempo com o domínio da posse de bola. No entanto, foi o Atlético-PR que criou as melhores chances nos primeiros minutos. Aos sete minutos, Nikão cobrou falta e a bola passou raspando a trave. No lance seguinte, após escanteio, Paulo André cabeceou para grande defesa de Paulo Victor.

Os lances animaram os paranaenses, que tiveram um breve momento de domínio. Só que aos 12 minutos, em contra-ataque, o Flamengo quase marcou. Emerson Sheik foi lançado na área, passou pelo goleiro Weverton, mas perdeu ângulo e tentou o cruzamento. Thiago Heleno estava atento para salvar o Atlético-PR.

Depois disso, o confronto ficou aberto, o que foi melhor para o Atlético-PR. Aos 15 minutos, Walter arriscou de fora da área e parou em grande defesa de Paulo Victor. No entanto, no minuto seguinte, Marcos Guilherme acertou o ângulo e abriu o placar para os paranaenses.

O revés foi sentido pelos cariocas, que viram o Atlético-PR quase marcar o segundo aos 20 minutos, após cabeceio de Paulo André. O Flamengo só conseguiu criar boa chance de empatar aos 26 minutos. Marcelo Cirino fez grande jogada individual, passou por dois marcadores, mas chutou por cima do travessão.

Com espaço para avançar, o Atlético-PR passou a chegar com mais facilidade próximo ao gol flamenguista. Tanto que os 30 minutos, Marcos Guilherme arrancou até a entrada da área, quando tocou para Pablo. De frente para Paulo Victor, o atacante finalizou em cima do goleiro, que salvou os cariocas.

Nos minutos finais, o Flamengo foi para cima em busca do empate, mas se atrapalhava no setor ofensivo. Os cariocas só ameaçaram em bolas aéreas. O Atlético-PR ainda criou grande chance de fazer o segundo aos 43 minutos, quando André Lima aproveitou rebote dado por Paulo Victor, mas parou no goleiro, que se recuperou e fez nova defesa. Mesmo assim, os paranaenses souberam administrar o resultado até o fim.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-RJ 0 X 1 ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)
Data: 23 de março de 2016 (Quarta-feira)
Horário: 21h30(de Brasília)
Árbitro: Leandro Vuaden (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Renda: R$ 442.795,00
Público: 11.735 pagantes
Cartões amarelos: Pará e Jadson (Atlético-PR)
GOLS: Marcos Guilherme, aos 16min do segundo tempo (Atlético-PR)

FLAMENGO: Paulo Victor, Pará, Wallace, Juan e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Alan Patrick (Ederson); Everton (Emerson Sheik), Gabriel (Marcelo Cirino) e Felipe Vizeu
Técnico: Muricy Ramalho

ATLÉTICO-PR: Weverton, Eduardo, Thiago Heleno, Paulo André e Pará (Bruno); Otávio, Jadson, Nikão (Hernani) e Marcos Guilherme; Pablo e Walter (André Lima)
Técnico: Paulo Autuori

Comentários

comentários