Atletas argentinos rompem com a imprensa após tuíte de jornalista

Capitão da seleção argentina, Lionel Messi anunciou na noite desta terça-feira que os atletas da equipe não falarão mais com a imprensa. O motivo foi a acusação de um jornalista de que o atacante Lavezzi teria fumado maconha na concentração um dia antes da vitória de 3 a 0 sobre a Colômbia, em San Juán, pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018. Após a partida, o camisa 10 pegou o microfone na sala de imprensa, rodeado por todo o elenco, e explicou a decisão:

O post de Gabriel Anello acusando Lavezzi de ter fumado maconha na concentração - Foto: Reprodução/Twitter
O post de Gabriel Anello acusando Lavezzi de ter fumado maconha na concentração – Foto: Reprodução/Twitter

– Preferimos aparecer todos e botar a cara do que mandar um comunicado, não temos que nos esconder. Estamos aqui para comunicar que tomamos a decisão de não falar mais com a imprensa e vocês sabem o porquê, não é? Fizeram muitas acusações, houve muita falta de respeito e nunca falamos nada. A acusação que fizeram a Pocho (Lavezzi) é muito grave. Porque se não fizermos nada, muitos vão acreditar. Preferimos cortar isso de uma vez. Lamentamos muito que tenha que ser assim, mas não vemos outro jeito. Faltaram o respeito. Pode perder, pode ganhar, podem opinar se jogamos bem ou mal, mas fazer acusações desse tipo… Não é a primeira… É muito grave. Não vamos entrar nesse jogo, não vão continuar dizendo um milhão de coisas. Está dito. Obrigado.

A polêmica começou com posts no Twitter do jornalista Gabriel Anello, da rádio Mitre, na noite de segunda-feira. A primeira mensagem dizia: – Lavezzi ficará fora do banco de reservas amanhã pelo cigarro de maconha que ele fumou à noite na concentração? Pergunto, só pergunto – publicou.

Após a repercussão, o jornalista voltou a fazer acusações contra o atacante nesta terça: – Lavezzi fuma seu segundo cigarro de maconha na concentração, e o “impresentável” é quem diz isso… Temos a seleção e os jogadores que merecemos.

O atacante do Hebei China Fortune, do futebol chinês, também usou as redes sociais para dizer que irá processar Anello: – Comunico por este meio que vou entrar com ações legais contra Gabriel Anello por suas falsas declarações contra minha pessoa e pelos graves danos que gerou a minha família e ao meu trabalho – afirmou.

Sem Lavezzi em campo, a Argentina bateu a Colômbia com grande atuação de Messi e atenuou um pouco a crise: o time de Edgardo Bauza terminou o ano em quinto lugar das eliminatórias, posição que garante pelo menos um lugar na repescagem contra o representante da Oceania.

– Estes jogadores querem ganhar sempre, são os primeiros a trabalhar. Eles dão a vida por esta camisa e vão continuar fazendo isso – afirmou o técnico após a partida.

Comentários

comentários