Aterro garante acesso emergencial a Coronel Sapucaia

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) informou na noite desse domingo, 6 de dezembro, que o tráfego já foi liberado na Rodovia MS-289 entre Coronel Sapucaia e Amambai.

Fotos: Vilson Nascimento
Fotos: Vilson Nascimento

Com o objetivo de manter o mínimo de acesso entre Coronel Sapucaia à Amambai e ao resto do Estado, a união de forças entre as Secretaria de Obras Públicas das prefeituras de Coronel Sapucaia e de Amambai, construiu, nesse sábado, dia 5, uma ponte improvisada de madeira na erosão que se formou na sexta-feira, dia 4 de dezembro, na rodovia estadual.

Segundo o site A Gazeta News, a cratera aberta pelas águas da chuva, situada a cerca de 20 quilômetros da cidade, bloqueou por completo o tráfego na rodovia estadual, que é o único acesso pavimentando entre Coronel Sapucaia e o resto do Estado.

Segundo o secretário de obras públicas da Prefeitura de Amambai, Eder Espindola, a ponte de madeira seria apenas para a baldeação de pedestres e a passagem de veículos leves como ambulâncias, viaturas policiais, bombeiros ou veículos particulares em casos de extrema necessidade, mas o paliativo na realidade acabou sendo utilizado normal como passagem entre os dois municípios.

Na manhã desse domingo, 6 de dezembro, uma equipe da TS Engenharia, empresa com sede em Amambai, contatada emergencialmente pelo Governo do Estado com a finalidade de restabelecer o trânsito normal, começou a trabalhar no local.

Segundo a empresa o objetivo era restaurar a tubulação, substituindo os tubos levados pela correnteza por tubos de maior espessura e construir um aterro no local para restaurar o tráfego na rodovia até que o paliativo seja substituído por uma estrutura definitiva.

De acordo com o diretor regional da Agesul com sede em Amambai, o engenheiro civil Stefano de Brida, o trabalho foi concluído na noite desse domingo e o tráfego já foi totalmente restabelecido na rodovia estadual.

Apesar de a previsão ser contrária, não choveu nesse domingo em Amambai e região, o que facilitou o trabalho de recuperação da via.

Outro problema

No aterro sobre o Córrego da Lagoa, na mesma MS-289, na entrada da cidade, em Amambai, o transbordamento do córrego, na tarde de sexta-feira, também provocou um início de cratera, mas o tráfego foi liberado e está acontecendo em meia pista no local.

Comentários

comentários