Às vésperas de Gre-Nal, colorado anuncia demissão do técnico Diego Aguirre

Diego Aguirre não é mais treinador do Inter. O uruguaio foi demitido do clube na manhã desta quinta-feira. Inclusive, já se despediu dos comandados no CT Parque Gigante. A decisão é surpreendente uma vez que há um Gre-Nal a ser disputado no próximo domingo. Há duas semanas, havia sido eliminado do grande objetivo, que era a Libertadores. O site do clube também confirmou a saída.

Aguirre foi demitido após 48 partidas pelo Inter (Foto: Globo Esporte)
Aguirre foi demitido após 48 partidas pelo Inter (Foto: Globo Esporte)

Enquanto não oficializa o sucessor do uruguaio, o auxiliar técnico Odair Hellmann comandará a equipe interinamente. Embora não confirme oficialmente, a direção já busca um substituto. O sonho de consumo é Muricy Ramalho, que não pretende trabalhar neste ano para cuidar da saúde. Assim, Mano Menezes se torna a bola da vez embora o clube tenha feito contatos com Oswaldo de Oliveira.

Logo depois, o presidente Vitorio Piffero explicou a razão da troca pelo comando técnico. O dirigente deu uma entrevista coletiva no início da tarde e disse que era preciso remobilizar para o Gre-Nal:

– Vínhamos conversando o (vice de futebol Carlos) Pellegrini e eu. Hoje (quinta) pela parte da manhã tomamos essa decisão. O Pellegrini a implantou entre 10h, 10h30. Resolvemos fazer antes do clássico para criar uma atmosfera para o clássico que possa nos ajudar.

Piffero elogiou o trabalho de Aguirre nestes pouco mais de sete meses. Lembrou a caminhada no torneio continental, com a chegada até as semifinais. Porém, o fato de ter duas competições nacional a disputar – Brasileirão e Copa do Brasil – o fez entender que era o o momento de buscar outro profissional:

– Falamos (ao Aguirre) que providenciaríamos uma troca na comissão técnica. Eles fizeram um excelente trabalho, mas como teríamos duas competições no cenário brasileiro, entendemos que precisávamos mudar para o grupo dar mais.

G1

Comentários

comentários