Artesãos sul-mato-grossenses representados no 8º Salão do Artesanato em Brasília

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Durante cinco dias, de 4 a 8 de novembro a imensa área de 35 mil metros quadrados do Pavilhão Expobrasília do Parque da Cidade vai acolher a mais nova edição da grande festa anual do artesão brasileiro. É o 8º Salão do Artesanato. A iniciativa tem o trunfo de ser o único evento realizado em Brasília a contar com apoio e participação do Programa do Artesanato Brasileiro – PAB, da Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República, o que garante a presença de artesãos de todo o País. A Sectei (Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação) e a Fundação de Cultura de MS apoiam os artesãos de Mato Grosso do Sul no evento.

O 8º Salão do Artesanato foi concebido para ser um espaço destinado à difusão e ao intercâmbio de diferentes culturas, a comercialização de produtos artesanais e à troca de conhecimentos. Nos cinco dias do evento, o público tem oportunidade de conhecer peças criadas com distintos materiais e técnicas, como cerâmica, madeira, fibras naturais, tecidos, materiais reciclados, vidro e muito mais. O artesanato brasileiro está entre os mais ricos do mundo e garante o sustento de famílias e até de comunidades inteiras.

Para a gerente de artesanato da FCMS, Katienka Klein, o contato com outros artesãos propicia o intercâmbio de ideias e até mesmo negócios, “é um público que só se encontra nestas feiras, como lojistas, por exemplo, e é uma forma de divulgar a cultura do artesanato sul-mato-grossense”, frisa Klein. Ainda de acordo com a gerente, cerca de 100 artesãos do Estado terão seus produtos expostos, numa tipologia que varia desde o barro, couro de peixe, chifre de boi, madeira, cerâmica, dentre outros.

Este ano, o Salão do Artesanato vem com mais de 200 estandes e trabalhos de cerca de 1.500 artesãos de todos os cantos do Brasil. Através do PAB, estão garantidas presenças de artesãos de 20 estados brasileiros. Cada estande apresentará o trabalho de artesãos e/ou cooperativas, compondo um amplo painel da diversidade, da qualidade e da sofisticação do artesanato brasileiro. Como destaque, o estado da Paraíba, homenageado do ano pelo evento, que terá um estande especial. Também na área do PAB, haverá um espaço para a venda de produtos alimentícios típicos, com a participação de sete estados e três praças onde mestres artesãos demonstrarão ao vivo como fazem seu trabalho. Mais informações podem ser obtidas no  www.salaodoartesanato.com.br .

Fundação de Cultura de MS.

Comentários

comentários