Apreensão de 860 canários peruanos gera multa de R$430 mil

Apreensão de canários
Canários peruanos eram transportados no porta-malas do Corolla. Envolvida era reincidente – Foto: Divulgação: PMA

Um homem de 25 anos e uma mulher de 45 – que não tiveram os nomes divulgados – residentes em Ceilândia, cidade-satélite de Brasília (DF), foram presos na noite deste domingo (21) transportando 860 canários peruanos. Eles foram flagrados por policiais  militares do COB (Comando de Policiamento do Bolsão), de Chapadão do Sul. A apreensão ocorreu em barreira na BR-060, em Paraíso das Águas, região norte do estado, próximo a divisa com Goiás, a 280 km de Campo Grande.

Os animais estava sendo transportados em pequenas gaiolas dentro de bolsas, no porta-malas de um veículo Toyota Corolla, conduzido pelo homem de 25 anos. De acordo com a PM, a condutora de um utilitário Montana, de 45 anos, que atuava como batedora, também foi detida. Ela seria reincidente no tráfico de animais silvestres e teria admitido estar levando os animais para Brasília. Ambos os detidos são moradores de Ceilândia, cidade-satélite de Brasília (DF).

A Polícia Militar Ambiental de Costa Rica foi acionada e autuou a dupla por prática de crime ambiental, multando-os em R$430 mil. O crime tem pena prevista de três meses a um ano de detenção. Os detidos foram conduzidos, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Paraíso das Águas. As aves encaminhadas pela PMA de Costa Rica, para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) em Campo Grande, na manhã desta segunda-feira (22),

Silvio Ferreira

Comentários

comentários