Após um empate na estreia, Brasil tem a zebra pela frente pela Copa América

Para se manter vivo no Grupo B, Seleção precisa derrotar o Haiti

Após frustrante empate (0 a 0) com o Equador, a seleção brasileira busca a primeira vitória na Copa América Centenário contra o Haiti, às 20h30 (de Brasília), no Estádio Citrus Bowl, em Orlando. Diante do adversário considerado o mais fraco do Grupo B, a obrigação dos comandados do técnico Dunga é vencer e convencer, para minimizar a má impressão causada na estreia, na qual o Brasil só não saiu de campo derrotado por causa de erro da arbitragem, que anulou gol legal de Bolaños em falha do goleiro Alisson.

Brasil busca a primeira vitória pela Copa América Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press / Divulgação
Brasil busca a primeira vitória pela Copa América Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press / Divulgação

A falta de finalizações, grande cobrança relacionada ao desempenho da Seleção contra os equatorianos, foi uma das preocupações de Dunga durante os treinos — espera-se mais chutes a gol hoje à noite. O treinador, porém, não fará mudanças no setor ofensivo, com Willian, Philippe Coutinho e Jonas permanecendo entre os titulares. Na defesa, Miranda, que não se recuperou de lesão, continuará fora e dará lugar a Marquinhos.

O duelo, o segundo entre Brasil e Haiti na história, deverá ser bem menos festivo que o amistoso em 2004, no chamado ‘Jogo da Paz’, em Porto Príncipe, com direito a show de Ronaldinho Gaúcho e goleada brasileira por 6 a 0 — ano passado houve vitória da seleção olímpica sobre a principal do país caribenho por 5 a 1, em novo amistoso.

No outro jogo de hoje do Grupo B, o Peru enfrenta o Equador, em Phoenix, e, se vencer, garantirá uma das vagas às quartas de final, independente do resultado do jogo entre Brasil e Haiti.

Comentários

comentários