Após reunião, Flamengo decide pela demissão de Vanderlei Luxemburgo

Fraco desempenho da equipe no Brasileiro pesa para saída do treinador da Gávea

A derrota por 2 a 1 diante do Avaí, neste domingo, foi a gota d’água para a permanência do técnico Vanderlei Luxemburgo no Flamengo, na quarta passagem dele pelo clube. Após a chegada conturbada da delegação ao Rio de Janeiro, no início da noite desta segunda, a cúpula de futebol se reuniu e decidiu pela demissão do técnico após o fraco rendimento da equipe neste início de Campeonato Brasileiro, com duas derrotas e um empate.

Desempenho ruim pesou para saída de Luxemburgo (Foto:Wagner Meier/LANCE!Press)
Desempenho ruim pesou para saída de Luxemburgo (Foto:Wagner Meier/LANCE!Press)

“Vanderlei Luxemburgo não é mais treinador do Flamengo. Ele deixa o cargo após dez meses à frente da equipe de futebol. A diretoria agradece ao técnico pelos serviços prestados e deseja sucesso na continuidade de sua carreira”, informou o site oficial do clube.

A multa rescisória para a demissão de Luxemburgo é de um salário, o que gira em torno de R$ 400 mil. A permanência de Luxemburgo não era unanimidade no clube há algum tempo. Sinal disso é que Jayme de Almeida, demitido pelo Rubro-Negro no ano passado, no início do Campeonato Brasileiro, foi recontratado para ocupar novamente a função de auxiliar-técnico permanente. E assim, comandar a equipe interinamente com a saída de Luxa e toda a comissão, como o preparador físico Antônio Mello e o auxiliar Deivid.

Nesta temporada, o Flamengo atuou em 28 partidas, sendo 18 vitórias, seis empates e quatro derrotas, com 46 gols marcados e 17 sofridos. Com mais essa derrota, e três pontos apenas conquistados, o Fla ocupa a 17ª colocação e é o primeiro na zona de rebaixamento.

LANCEPRESS!

Comentários

comentários