Após confusão em presídio, ônibus são incendiados na Capital

Após tumulto no Presídio de Segurança Máxima da Capital, localizado no Jardim Noroeste, dois veículos foram incendiados e outro apedrejado na madrugada desta quinta-feira (14). A suspeita é de que os incêndios sejam criminosos a ordem tenha partido PCC (Primeiro Comando da Capital).

No final da tarde, agentes penitenciários iniciaram uma operação pente-fino no estabelecimento penal como parte de um treinamento. Alguns presos teriam não teriam aceitado passar por revista e iniciaram o motim. Há informações de que um preso ficou ferido.

Foto: Reprodução/ TV Morena
Foto: Reprodução/ TV Morena

No período da noite, quando a confusão foi controlada, policiais e agentes deixaram o presídio. No local foram apreendidos celulares, bebidas alcoólicas e drogas.

Na madrugada, dois ônibus foram incendiados. De acordo com o boletim de ocorrência, um deles pertencia à igreja Paz Filadélfia. O veículo estava estacionado na rua Hafan Felício, no Jardim Campo Nobre, quando foi incendiado. Segundo o responsável pelo ônibus, ele estava parado em frente a casa porque seria levado para manutenção na manhã de hoje.

O segundo caso ocorreu em um ônibus no bairro Aero Rancho. Os bandidos teriam mandado os passageiros descerem do veículo e atearam fogo. No bairro São Conrado, um ônibus foi apedrejado.

A polícia está investigando se os três casos tem ligação com a operação realizada no presídio.

Mais informações serão repassadas à imprensa durante coletiva às 10h.

Comentários

comentários