Após acidente com chalana, dois jovens desaparecem em rio

Um grupo de quatro jovens se reuniu em um rancho às margens do rio Sucuriú, em Três Lagoas, durante o ultimo final de semana e o que era para lembrado como dias de brincadeiras e alegria com os amigos se tornou em um pesadelo na tarde deste domingo (13) quando Walter Morinígo Cabanha e Marcelo Silva Martines desapareceram no rio.

Walter Morinígo e Marcelo Silva pularam no rio ao se assustar com forte vento e desapareceram (Foto: Reprodução/Facebook)
Walter Morinígo e Marcelo Silva pularam no rio ao se assustar com forte vento e desapareceram
(Foto: Reprodução/Facebook)

Segundo o Site Rádio Caçula, de acordo com um dos amigos que conseguiu escapar da tragédia, o grupo estava confraternizando em uma chalana que estava presa por uma corda às margens do Rio e sem que o grupo percebesse, uma embarcação passou pelo local e cortou a amarra os deixando a deriva.

Os jovens não perceberam o ocorrido e no momento que decidiram retornar para a terra foram puxar a corda e só ai notaram que ela havia sido rompida.

A princípio o grupo iria permanecer na chalana até conseguirem ajuda porém com o passar do tempo os jovens acreditaram que conseguiriam saltar no rio e chegar até a margem , no caminho um dos jovens ficou exausto e começou a se afogar, sendo socorrido pelos três amigos que voltaram e o mantiveram na superfície.

A situação parecia estar sob controle novamente, quando um homem passou pelo local de jetsky, provocando ondas na água que bateram no rosto do jovem que havia se afogado e entrando em desespero novamente o jovem afundou e levou junto o seu amigo.

O outros dois amigos que permaneceram na superfície tentaram encontrar os amigos, mas não tiveram sucesso e nadaram de volta a chalana e aguardaram por ajuda, que chegou cerca de 40 minutos depois do ocorrido quando um barco passou pela região e ajudou os meninos.

O corpo de bombeiros foi acionado e os brigadistas realizam buscas nas águas e até o momento não conseguiram encontrar os desaparecidos.

Algumas horas antes do ocorrido, Marcelo postou no Facebook: “Rancho”, e emoticons de felicidade. Através das redes sociais muitas pessoas estão deixando mensagens aos jovens, na esperança de encontrá-los com vida. Os dois meninos jogaram no time sub-17 do Misto, time de Três Lagoas.

Comentários

comentários