Antes de retornar a cidades atingidas pela chuva, Rose destina R$ 5 milhões para obras

A governadora em exercício, Roseane Modesto (PSDB), vai até a região sul do Estado, na próxima sexta-feira, 22, para acompanhar os trabalhos de recuperação, após os estragos nas estradas causados pelas fortes chuvas dos últimos dias.

Governadora afirma que até 2018, governo terá número de casas que serão construídas para atender comunidades
Governadora afirma que até 2018, governo terá número de casas que serão construídas para atender comunidades

Esta será a segunda visita ao interior de Mato Grosso do Sul, após assumir como governadora, na última quinta-feira (14), quando Reinaldo Azambuja (PSDB) entrou de férias.

No Diário Oficial desta terça-feira (19), Rose publicou decreto de contratação de duas empresas para pavimentar estradas no Estado.

Foram liberados R$ 1.306.651,36 para a empresa Ega Construções e Intermediações LTDA pavimentar o trecho de Dois Irmãos do Buriti, com extensão de 67 km.

De acordo com o contrato, a Ega deve elaborar um “projeto executivo de engenharia para implantação e pavimentação de segmento de rodovia, com estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental, na rodovia MS-347”.

Além disso, o Estado firmou contrato com a empresa Trento Soluções em Construções LTDA, para ampliar o sistema de abastecimento de água em Sidrolândia, no valor de R$ 4.008.904,40, que faz parte do PAC (Programa de Aceleramento do Crescimento) 2 Funasa.

Rose já havia garantido que os municípios que foram prejudicados com as fortes chuvas dos últimos dias receberiam apoio, mas o Estado ainda não tem um valor exato de quanto será necessário para fazer os reparados. Aos poucos, o Executivo Estadual vem fazendo os reparos e, segundo dados do Diário Oficial, quatro licitações foram lançadas para empresas que tenham interesse em restaurar a MS-338, MS-156, MS-395, MS-470 e MS-379.

Rose ainda citou duas medidas, para amenizar os estragos que a chuva causa todos os anos em Mato Grosso do Sul. “Uma delas é estando lá com os kits, alimentação, material de limpeza, esse apoio é de imediato, de retirar essas famílias dos locais de risco”, afirmou. “A longo prazo nosso projeto é dentro desse governo ainda, ter condições de zerar o número de famílias que estão em áreas de risco. Um dos exemplos é Anastácio, onde 80 famílias ribeirinhas foram retiradas dos locais de risco, contempladas com casas, e com essas chuvas foram retiradas apenas duas desses locais

Antes de entrar de férias, o governador havia comunicado que muitos reparos serão feitos pelos municípios do Estado até o fim de seu mandato em 2018.

Comentários

comentários