André Scaff conseguiu liberação para ocupar uma sala especial no comando da PM

scaffO ex-procurador da Câmara Municipal de Campo Grande, André Scaff ainda está no Centro de Triagem. Nesta quarta-feira (9), Scaff aguarda a chegada da liberação para ser transferido para uma sala especial no Comando da Polícia Militar  (PM), depois de autorização judicial, concedida na noite de ontem.

O diretor-presidente da Agepen, Ailton Stroppa, contou que ainda não há um horário específico, pois para a realização da transferência é necessária uma escolta policial, que também precisa ser confirmada.

Scaff conseguiu autorização para cumprir a prisão, em uma sala especial, pois possui curso superior e por ser advogado, o ex-procurador tem a prerrogativa para tal.

O advogado de defesa, José Wanderley Bezerra, declarou para a imprensa que não sabia o horário de transferência, pois aguardava o ofício da Justiça, e que ainda é incerto o futuro local da prisão. O presidente da OAB, Mansour Karmouche, havia dito que o procurador deve ir para o Comando da PM, no Parque dos Poderes, enquanto a defesa coloca também como opção o Presídio Militar.

Sacff é um dos principais alvos da Operação Midas, que apura os crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, associação criminosa e falsidade ideológica.

Ele é suspeito de receber propina no valor de R$ 3 milhões, para aditar e renovar contratos de empresas prestadoras de serviços com a prefeitura, no período em que foi secretário de finanças, na gestão de Gilmar Olarte.

Comentários

comentários