AL-MS terá audiência pública, sessão solene e CPIs nesta semana

assembleialegislativadomsO trabalho na AL-MS (Assembleia Legislativa de MS) volta ao normal nessa semana, após feriadão, que parou a Casa por quatro dias, e tem uma programação extensa a partir desta segunda-feira (25). A semana segue até a sexta-feira (29) com as sessões ordinárias e mais uma audiência pública, sessão solene e reuniões das CPIs (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Genocídio, Cimi e Combustível.

Hoje, já será realizada a audiência pública “Saneamento: um direito de todos”, a partir dàs 8h30, no auditório da igreja, Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no centro/bairro Amambaí de Campo Grande. A audiência foi proposta pelos deputados Junior Mochi (PMDB) e Pedro Kemp (PT) em parceria com a Câmara Municipal de Campo Grande, a Arquidiocese da Capital e a Comissão Regional de Justiça e Paz da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). Foram convidados para palestrar sobre o tema os engenheiros Ariel Ortiz Gomes e Fernanda Savicki de Almeida.

Ainda nesta segunda-feira ocorre no Plenário Júlio Maia da Assembleia, a partir das 9h, uma reunião extraordinária da CPI que investiga a Ação/Omissão do Estado de MS nos Casos de Violência Praticados Contra os Povos de 2000 a 2015, a CPI do Genocídio.

A segunda-feira ficou carregada, e também na sede do Legislativo, no período da tarde, a partir das 14h, ocorre uma reunião extraordinária da CPI do Cimi, que investiga supostas incitações em conflitos agrários no Estado, entre índios e proprietários rurais. Foram convocados os depoentes Lindomar Pereira, irmã Michael Mary Nolan, irmã Joana Ortiz, Rogério Batalha, Flavio Machado, Ramiro Luiz Mendes, Enedino da Silva, Mauro Paes e Wanderley Dias Cardoso. A CPI do Cimi ainda realiza outra reunião na quarta-feira (27/4), às 14h, no Plenário Júlio Maia, mas os nomes dos depoentes ainda não estão confirmados.

Segue semana

Na terça-feira (26), pela manhã, ocorre a reunião pública da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). Pela tarde, a partir das 14h, o Plenarinho recebe a reunião da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa.

Também na terça-feira, o Plenário Júlio Maia recebe a partir das 14h, nova reunião da CPI do Genocídio. A mesma CPI também realiza a terceira reunião da semana na quinta-feira (28), às 14h, no Plenário Júlio Maia.

Na quinta-feira (28) ocorre a partir das 19h30, no Plenário Júlio Maia, a sessão solene Dia do Trabalhador, que vai homenagear diversos trabalhadores e empregadores com a Comenda do Mérito do Trabalho “Ministro Wilson Fadul”. Tanto a sessão quanto a comenda são proposições do deputado estadual Felipe Orro (PSDB). Segundo sua assessoria, neste ano serão homenageadas 24 pessoas, entre trabalhadores dos setores público e privado, sindicalistas e empresários com ações reconhecidas para melhorar e dignificar as condições de trabalho de seus empregados. A indicação de nomes foi aberta a todos os deputados.

Comentários

comentários