Agoniza, não morre: Brasil vai bem, mas Sérvia é campeã mundial Sub-20

Não é à toa que o samba e o futebol são os símbolos do Brasil no exterior. Assim como o gênero musical, o esporte no país agoniza, mas não morre, como diz uma famosa canção. Levou outro golpe neste sábado, quando a seleção sub-20 viu o sonho de ganhar o sexto título mundial da categoria escapar no fim da prorrogação, com um gol de Maksimovic que definiu a vitória de 2 a 1 da Sérvia, no estádio North Harbour, em Auckland. Mas os meninos brasileiros deram mostras de que nem tudo está perdido: jogaram bem, se esforçaram, dominaram a partida. Provaram que pelos próximos anos haverá alguém para socorrer nosso combalido jogo.

Sérvia é campeã mundial
Sérvia é campeã mundial

Apesar do vice-campeonato, a campanha do Brasil foi boa. A preparação não foi a ideal, com diversas mudanças em cima da hora, e, ainda assim, a equipe mostrou qualidade. Ainda é cedo para apostar em nomes na Seleção principal, mas os garotos mostraram que têm potencial.

De consolo à seleção, o volante Danilo foi eleito o segundo melhor jogador do torneio, atrás do meia Adama Traoré, do Mali – o sérvio Milinkovic ficou em terceiro lugar. Rajkovic levou o prêmio de melhor goleiro, e o ucraniano Kovalenko, com cinco gols, foi o artilheiro.

O meia quase foi o herói do jogo. Entrou no segundo tempo, empatou a partida com um golaço e por pouco não fez o gol da vitória nos acréscimos, em cobrança de falta.

A Sérvia disputou sua quarta prorrogação, mas soube dosar o fôlego – apesar do fato de muitos de seus jogadores serem fumantes inveterados. Recuou, apostou nos contra-ataques e foi feliz no fim.

globoesporte.com

Comentários

comentários