Agente da Polícia paraguaia é executado a tiros; suspeito foi preso com documentos falsos

O oficial inspetor da Policia Nacional do Paraguai, Fabio Brizuela, foi executado a tiros na noite da última sexta-feira (15) ao sair de um campo de futebol em Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã. Na manhã de ontem (16), o suspeito do crime foi preso com documentos falsos.

De acordo com informações do site Porã News, o local onde ocorreu o assassinato fica localizado a 100 metros da sede da Seção de Investigação de Delitos da Policia Nacional do estado de Amambay. Fabio chegou a ser levado a uma clínica da cidade, porém não resistiu e morreu minutos depois.

Fábio foi executado ao entrar em seu carro, um VW-Gol. Os pistoleiros que estavam em um veículo Ford Fiesta escuro.

Na manhã de ontem, Angel Rodrigo Freitas foi preso com documentação brasileira em nome de Fernando Lencina Ramão. Ele é suspeito de matar o inspetor por causa de uma dívida antiga.

Comentários

comentários