Aeroporto Internacional de Corumbá completa 56 anos de operação nesta quarta-feira

O Aeroporto Internacional de Corumbá (MS), o primeiro da região Centro-Oeste, completa 56 anos de operação nesta quarta-feira (21), mesmo dia em que o município comemora 238 anos. A inauguração oficial do terminal, um dos primeiros a ser construído no interior do Brasil, foi em setembro de 1960.

aeroco

A cidade é considerada uma das principais portas de entrada para o Pantanal sul-mato-grossense (MS). Somente no ano passado, cerca de 36 mil turistas, entre nacionais e estrangeiros, passaram pelo aeroporto para visitar a região pantaneira, considerada a maior planície inundável do mundo, reconhecido pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade e Reserva da Biosfera. Há quatro voos regulares por semana da companhia aérea Azul, que liga Corumbá a Campinas (SP).

Outra homenagem feita à região está localizada em frente ao terminal de passageiros, com uma escultura da arara-canindé, uma das mais belas aves do pantanal sul-mato-grossense. Batizada de “O Monumento Pantanal de Corumbá”, a peça tem 4,5 m de altura e é assinada pelo artista plástico da região Cleir Ávila.

Além do turismo ecológico, a região tem uma importante movimentação empresarial. Para o superintendente do aeroporto, Carlos Alberto Fonseca Rocha, o terminal também é de grande importância para indústrias mineradoras instaladas na região. “A partir da implantação do voo direto de Campinas, observamos um incremento no perfil do usuário. Antes, predominavam os turistas em períodos de pesca, agora, eles passam a dividir espaço com empresários que chegam na cidade em busca de oportunidades econômicas”, afirma Rocha.

Dados do Observatório do Turismo do Pantanal, órgão ligado à prefeitura de Corumbá, demonstram como a tendência turística garante um balanço positivo e coloca o município em uma posição privilegiada perante um quadro recessivo da economia nacional. Segundo o observatório, mais de 92 mil pessoas já visitaram a região no primeiro semestre de 2016. Deste número, 39,7% são turistas estrangeiros, em sua maioria, vindos da Bolívia e Holanda.

Pioneirismo na aviação comercial

Localizada estrategicamente na tríplice fronteira entre o Brasil, Paraguai e Bolívia, Corumbá foi uma das primeiras cidades do interior do Brasil a ser servida pela aviação comercial. Em maio de 1933, um pequeno avião partiu da cidade com destino à Cuiabá (MT), marcando assim o primeiro voo comercial do País a ser pilotado por um brasileiro.

Em 2001, a Infraero inaugurou o novo terminal de passageiros, com saguão principal totalmente climatizado e uma arquitetura inspirada em um dos peixes predominantes da região sul-mato-grossense, o pacu. Em uma área construída superior a 1,2 milhões m², tem capacidade para atender 520 mil passageiros por ano. A pista de pouso e decolagem tem 1,50 mil metros de comprimento, habilitada para receber também aeronaves militares, aviação executiva e táxi aéreo.

Comentários

comentários