Advogado é espancado até a morte em condomínio da Capital

Um advogado de 68 anos, identificado como Gilmar de Assis, foi espancado até a morte na manhã de ontem (06) em um condomínio na Vila Albuquerque, em Campo Grande. O autor do crime, identificado como Fernando Nogueira Thomé, 26 anos, foi preso.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a vítima morava em um condomínio de casas na rua Ponto Verde, onde foi morto após uma série de agressões. Vizinhos da vítima contaram que após ouvir barulhos e discussões, tentaram impedir que Fernando continuasse as agressões, mas o suspeito estava muito agressivo. Eles voltaram para seus apartamentos e acionaram a Polícia Militar.

download

O Corpo de Bombeiros também foi acionado, mas quando chegaram ao local a vítima já estava sem vida. Ao perceber a chegada da polícia, Fernando invadiu um dos apartamentos para se esconder e agrediu o morador. Um outro morador do condomínio tentou evitar que os policiais prendessem o suspeito, mas acabou detido.

Fernando foi capturado, mas acabou fugindo dos policiais e se escondendo dentro de seu apartamento, no mesmo local. Ele tentou agredir os policiais com chutes e foi algemado.

O motivo do crime pode ter sido o som alto que um grupo de amigos, entre ele o suspeito, ouviam. A Polícia Civil investigará o caso.

Gilmar é de São Paulo e morava na Capital porque fazia mestrado na área de direito na cidade.

Comentários

comentários