Acusado de metralhar Rafaat tenta fugir de hospital

O brasileiro acusado de metralhar o ex-líder da fronteira Jorge Rafaat tentou fuga do hospital onde se encontra internado no Paraguai. Sérgio Lima dos Santos, carioca e que pertenceria ao PCC, tentou abrir a algema com uma medalha de Nossa Senhora.

O brasileiro Sérgio Lima dos Santos seria o atirador que usou esse fuzil, instalado em uma caminhonete roubada na Argentina. Ele foi baleado e está internado sob escolta em hospital no Paraguai (Foto: Site Capitanbado.com)
O brasileiro Sérgio Lima dos Santos seria o atirador que usou esse fuzil, instalado em uma caminhonete roubada na Argentina. Ele foi baleado e está internado sob escolta em hospital no Paraguai (Foto: Site Capitanbado.com)

Ele é apontado como o pistoleiro que manuseou a metralhadora .50 na execução de Rafaat no dia 15 de junho em Pedro Juan Caballero, vizinha a Ponta Porã.

Segundo o jornal paraguaio ABC Color, Sérgio está internado no hospital Metropolitano da cidade Fernando de la Mora. Ele é escoltado pela Polícia Nacional.

Sérgio foi baleado pelos seguranças de Rafaat no confronto. Após ser atingido, ele foi deixado no hospital paraguaio por comparsas.

Nesta sexta-feira (24) a polícia paraguaia prendeu os comparsas. Tratam-se do brasileiro Renato Signoretti e do paraguaio Mario Sergio Amaral.

Desde a morte do poderoso líder do tráfico, é tenso o clima na região da fronteira brasileira com o país – maior produtor da maconha. Na mesma semana da execução de Rafaat, comércios dele foram incendiados, tiroteio tomou conta da região e três pessoas foram assassinadas.

Comentários

comentários