Abate da mãe de touro que matou toureiro na Espanha gera revolta

Como manda a tradição das touradas da Espanha, quando um touro mata o toureiro na arena a mãe dele é abatida para “matar aquela linhagem”. O fato, noticiado pelo “El Pais” causou revolta nas redes sociais, mas o jornal de Teruel, “ABC”, informou que a vaca já havia sido sacrificada alguns dias antes do incidente por conta da idade avançada.

O toureiro Victor Barrio foi morto no sábado durante uma tourada na Espanha Foto: Castilla La Mancha TV via AP
O toureiro Victor Barrio foi morto no sábado durante uma tourada na Espanha Foto: Castilla La Mancha TV via AP

A prática de sacrificar os touros causou a fúria dos defensores de animais, que alegam que a vaca não deveria pagar pela morte do toureiro. Victor Barrio, de 29 anos, morreu na tarde do último sábado em Teruel, quando foi atingido no peito. A morte dele foi transmitida ao vivo na TV Espanhola, e as imagens são chocantes. A vaca, mãe do touro Lorenzo, se chamava Lorenza. No Twitter, defensores dos animais começaram a usar a #salvemaLorenza para que o animal não fosse sacrificado, mas a vaca já morreu.

Vitor Barrio foi enterrado sob aplausos e grito de “toureiro, toureiro”

Ainda segundo o jornal “ABC”, Barrio foi enterrado com aplausos neste domingo com gritos de “toureiro, toureiro”. Sua quadrilha, a equipe de assistentes do toureiro, carregou o caixão com o corpo do jovem. Ele oi enterrado na cidade de Sepulveda, província de Segóvia. O município decretou dois dias de luto oficial.

Victor Barrio era considerado uma promessa das touradas do país. Quando começou a atuar, em 2008, os amigos debocharam dele. Ao longo do tempo ele foi conquistando títulos e uma legião de fãs, especialmente as crianças.

Víctor Barrio, de 29 anos, morreu neste sábado Foto: Reprodução do Twitter
Víctor Barrio, de 29 anos, morreu neste sábado Foto: Reprodução do Twitter

Ele estava se preparando para Teruel e, no último dia 4 de julho, Barrio postou uma foto de seu treinamento fazendo referência ao evento. “Com a cabeça em Teruel”, escreveu ao lado de uma imagem com um touro e hashtags do festival e das emissoras de TV espanholas.

Segundo o jornal “El pais”, embora as mortes em corridas de touro da Espanha sejam relativamente comuns, em todo o mundo a última morte de um toureiro profissional foi em 1987 quando José Eslava Caceres teve os pulmões perfurados. No século passado, dos 134 toureiros profissionais, 33 morreram por conta de ferimentos causados nas arenas.

Comentários

comentários