Preso, José Carlos Bumlai chama Lula para depor como testemunha

Defesa do pecuarista José Carlos Bumlai, acusado de gestão fraudulenta por empréstimo de R$ 12 milhões destinado ao PT, diz ao juiz Sérgio Moro que ‘o crime é ser amigo’ do ex-presidente.

Os advogados do pecuarista José Carlos Bumlai arrolaram o ex-presidente Lula para depor como sua testemunha de defesa. Bumlai e Lula são amigos desde 2002.

Defesa do pecuarista José Carlos Bumlai, acusado de gestão fraudulenta por empréstimo de R$ 12 milhões destinado ao PT, diz ao juiz Sérgio Moro que o crime é ser amigo do ex-presidente Foto: Estadão

Os advogados pedem os depoimentos, ainda, de outras seis testemunhas, entre elas o ex-presidente da Petrobrás José Sérgio Gabrielli.

A defesa afirma que ‘resta evidente a ilegalidade’ do inquérito da Polícia Federal que imputa ao pecuarista uma série de atos ilícitos. (Jornal do Brasil)

Comentários

comentários