17-06 – Formação Acadêmica na Publicidade

JOB

No artigo anterior falei da inexigibilidade da formação acadêmica no exercício da atividade publicitária. Falei isso, inclusive, em palestras que fui convidado a ministrar em instituições de ensino. Espanto geral é claro. Mas no mesmo artigo falei também da importância da formação acadêmica na vida do profissional e para a tomada de decisões estratégicas para o cliente. Pois bem, a maioria dos acadêmicos com quem tenho e tive contato, pretende seguir a carreira no departamento de criação. A preferência pelos holofotes é evidente, contrapondo o interesse dos empresários do setor e, possivelmente, a capacidade do próprio pretendente.

Todos nascemos com talento criativo, desenvolvê-lo à altura da própria expectativa e às do mercado, é outra questão. A criatividade pode ser exercida em qualquer lugar e função. Em minha opinião ela é fundamental em qualquer negócio, mas em uma agência, ela é fundamental em todos os departamentos. O produtor gráfico pode encontrar um formato mais econômico para a mesma peça. O produtor de rádio e televisão, uma locação alternativa ou um efeito que se sobreponha a proposta inicial. A mídia pode sugeir um meio ou veículo mais direcionado ao target. O atendimento que conhece todas as áreas, pode discutir as soluções apresentadas pelos demais departamentos e argumentar com bases sólidas junto ao cliente. As grandes ideias são fruto de amplo conhecimento, da capacidade de absorção de informações e da curiosidade de cada um. Funciona como uma receita, onde os ingredientes vão sendo adicionados por ordem de tempo de cocção, quantidade e peso, para que haja harmonia.

A medida que vamos praticando, vamos aprimorando a técnica, até chegarmos ao ponto de não precisarmos mais ler a receita. Portanto, o conjunto do “saber” com o “praticar”, é que faz acontecer, validando os ditos populares panela velha é que faz comida boa e, a teoria na prática é outra. Então, quanto maior e mais diversificado forem os conhecimentos teórico e prático, maior será a capacidade de gerar associações na busca de uma ideia de resultados.

Em minhas palestras ainda, procuro orientar os acadêmicos a passarem por todos os departamentos de uma agência, para conhecer o fluxo do serviço e as obrigações de cada setor. Esse rito, amplia a visão e a compreensão do futuro profissional, que passa a enxergar novos cenários na execução de suas tarefas. Essa “passagem” entre departamentos é valiosa ainda, para a complementação acadêmica, pois durante o curso, o tempo é curto para uma abordagem mais profunda por parte das instituições de ensino. Além do que seria desperdício de tempo, pelo fato de que nem todos os alunos almejam a mesma função.

Uma coisa que aprendi e faço questão de repassar, é o valor do curso de Administração, importantíssimo em qualquer ramo de atividade, principalmente para àqueles que pretendem ser donos do próprio negócio algum dia. Aliás, este é o único curso que gradua/habilita profissionais de marketing. Pessoas formadas em qualquer outra área que queiram se especializar, terão que recorrer a uma pós-graduação ou a um MBA. Para quem quer saber mais sobre o assunto, indico que acesse o Guia do Estudante da Abril, www.guiadoestudante.abril.br, aba Profissões e Universidades, no link Guia de profissões. Até a próxima.

Máximas do Meio: Talento em publicidade, é associar coisas diferentes, que combinam quando juntas. É a síntese. É ver o óbvio. Marcello Serpa.

[email protected]

Comentários

comentários